Skip to content

Escorpiões

04/08/2022

09:03

Você sabia que os escorpiões pertencem à classe dos aracnídeos e assim como as aranhas, tem hábitos predominantemente noturnos, aparecendo com frequência nos meses mais quentes (de outubro a março), no entanto, atualmente, devido às altas temperaturas, os acidentes por picadas de escorpiões vêm ocorrendo em grande número ao longo de todo ano.
Um dos principais sintomas, principalmente em crianças, é a dor no local que aparece logo após a picada (que normalmente é no pé ou mão), ocorrendo inicialmente choro intenso e abrupto devido à dor. O local da picada pode ficar vermelho e inchar, assim como, a dor pode irradiar para braço ou perna. A partir desse momento a criança já apresenta aumento dos batimentos cardíacos e da respiração.
Começa o suor pelo corpo, sonolência alternando com agitação (devido à ansiedade e dor intensa), tremores e salivação. Pode-se iniciar vômitos, que vão se intensificando.
✅ O QUE FAZER EM ACIDENTES COM CRIANÇAS ATÉ 10 ANOS:
Deve-se procurar o mais rápido possível uma unidade de saúde. Se necessário, ligar para o SAMU pelo 192, e, lave o local da picada com água, sabão e faça compressa morna no local.
A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) alerta que os primeiros socorros devem ser feitos rapidamente.
✅O QUE NÃO FAZER:
• Não fazer torniquete ou garrote;
• Não fazer sucção no local da ferida;
• Não aplicar nenhuma substância sobre o local;
• Não fazer curativo que feche o local da picada;
• Não colocar gelo ou água fria, pois aumenta a dor.
🏥 A SEMUS ressalta que todo o tratamento de acidente por picada de escorpião é gratuito pelo SUS e que todos os pacientes devem procurar o serviço de saúde mais próximo.

Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

Share on print
Share on email
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter